ayuda-me, tiengo molestia, una moneda per favore

Meus caros Amigos

Como é do vosso conhecimento, a Câmara Municipal de Lisboa está a desenvolver desde 2006, um projecto de gestão centralizada de aprovisionamento de bens e serviços.

Com este Projecto, que será desenvolvido ao longo de seis anos, pretende-se introduzir pela primeira vez boas práticas de gestão, aumentar a eficiência e a especialização na função de compras, nomeadamente, maximizar o poder negocial junto de fornecedores, reduzir o número de itens de bens e serviços a comprar e racionalizar os consumos através de um sistema de informação e monitorização de compras.

Ao longo de seis anos esperam-se ganhos de poupança na ordem dos 33 milhões de euros, com um benefício esperado de 6,6 milhões de euros /ano.

Numa primeira fase, já estão em curso os processos centralizados de compras dos serviços de vigilância e segurança, de limpeza, de material administrativo, comunicações, viaturas e afins.

Através de um despacho, foram estabelecidas as regras de acesso às comunicações de rede fixa e móveis, que a partir de agora, serão aplicadas em todos os serviços da C.M.L.

Nas comunicações de rede fixa todos os colaboradores terão acesso livre a telefone para chamadas locais.

O acesso através de rede fixa a chamadas nacionais, estrangeiro e a redes móveis, ficará confinado apenas a todo o pessoal dirigente e a funções de secretariado sempre que devidamente fundamentado.

No âmbito das comunicações móveis, foi determinado reduzir os encargos mensais (consumo+mensalidade) dos telemóveis de todos os dirigentes, assessores e funcionários que detêm telemóvel, dada a natureza especial das suas funções, para valores equiparados aos já hoje observados na Administração Central.

Esta medida de regulação do acesso às comunicações fixas e móveis, insere-se numa política de melhor gestão dos recursos disponíveis, para a qual peço o contributo de todos, enquanto actores fundamentais deste processo de mudança.

No âmbito das telecomunicações, foi renegociado um contrato com a empresa Vodafone e simultaneamente foi acordado que a breve prazo será celebrado um protocolo com esta empresa no sentido de ser facultado um tarifário muito favorável a todos os colaboradores que a título pessoal o queiram subscrever.

Tanto o contrato de adjudicação, como a autorização para a celebração deste protocolo, foram aprovados no passado dia 28 de Março em sessão de Câmara.

Uma palavra final para agradecer a todos os serviços que directa, ou indirectamente, de uma forma empenhada e profissional estão a participar neste Projecto estruturante, um projecto de sucesso, que nos distingue a todos, e que nos ajudará a encontrar as melhores soluções para a sustentabilidade financeira do Município de Lisboa.

É minha convicção de que este novo paradigma de gestão em nada afectará o bom desempenho diário de todos quantos aqui trabalham. Com este modelo, combater-se-ão desperdícios e libertar-se-ão recursos, para a verdadeira e primeira função desta Autarquia que é servir mais e melhor os munícipes de Lisboa.

Conto convosco.

António Carmona Rodrigues

Presidente da Câmara Municipal de Lisboa

1 comment:

MaiLman said...

Visite
http://www.postcard-blog.blogspot.com/

e contribua!