do prémio PT de literatura

parece que o prémio foi parar às mãos de um indivíduo chamado Nuno Ramos, que também é artista plástico, o que aprecio, não houve murilos, nem nomes com apóstrofes, nem indivíduos que usam iniciais enigmáticas seguidas de pontos, nem gente com três nomes, nem pseudónimos rebuscados, Nuno Ramos, assim só, em tempos também eu conheci um Nuno Ramos, inadaptado social, trintão a dividir casa com a mãe e génio do cálculo e da matemática, mago dos elevadores, físico autodidacta, príncipe dos downloads, logo, terror dos copyrights, outras formas de viver e construir uma narrativa preenchida. Nuno Ramos. foi bonita a distinção, pá.

2 comments:

Anonymous said...

eh eh eh eh hehehehehe. Gente com três nomes. Gostei. Tens razão pá.

ass. andreia azevedo moreira (mas olha que é mesmo assim no CC antigo BI, ou abandonado CU).

Cláudia said...

Amigo Vieira,
Não sabia que também conhecias o Nuno Ramos (o génio dos computadores e elevadores), enfim ... um mito vivo daquele sítio onde trabalho.